terça-feira, 23 de julho de 2013

PRESO VEREADOR DE CARUARU


Vereador Jajá é preso suspeito de comprar carro roubado
                                                       Jailson Soares de Oliveira  Jajá

Vereador Jajá, do PPS, é preso. Ele foi levado para a penitenciária de Caruaru. De acordo com a polícia, o parlamentar teria comprado um carro roubado.
Antes de ser encaminhado a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, o vereador pelo PPS, Jailson Soares de Oliveira, conhecido como “Jajá”, falou que estava inconformado com a prisão preventiva. “Me encontro inconformado por ver a situação hoje que existe em nossa cidade, aonde um parlamentar mostra a verdade, denunciar a cidade o que está acontecendo, ele hoje para denunciar está arriscando sua cabeça”, afirmou o vereador.
Diante da situação, o vereador disse acreditar em perseguição política. “Hoje o que está acontecendo comigo é perseguição política, respeito toda imprensa e respeito todos os policiais pelo trabalho, embora tenham policiais inocentes do que está acontecendo, mas sim a política se envolveu desde antes da campanha, mês de agosto do ano passado até agora, já vai fazer um ano que não tenho mais paz. Fui eleito para defender o direito do povo de Caruaru e, a partir do momento que estou defendendo o povo de Caruaru, estou para brigar mostrar a verdade, então eles tentam me calar”, afirma Jajá.
Segundo o advogado do vereador Jajá, José Américo Monteiro, ele está apresentando uma defesa preliminar para tirar Jajá da prisão, assim como analisando o processo de prisão preventiva. “Hoje estamos apresentando uma defesa preliminar no processo e, quando estávamos no Fórum, nós tivemos ciência que foi decretado a prisão preventiva do vereador Jajá, então ele de pronto atendeu a determinação judicial, está aqui para apresentar todos os esclarecimentos possíveis e necessários para a elucidação. Nós vamos analisar o decreto de prisão preventiva que foi expedido para a autoridade judiciária e vamos adotar todas as medidas jurídicas necessárias para a reversão de tal medida”, explicou o advogado.
De acordo com o delegado Márcio Cruz, Jajá comprou um carro em março do ano passado. Depois de denúncia de que o chassi estava adulterado, a polícia localizou o veículo, que foi apreendido. O inquérito para apurar o caso foi aberto, concluído e enviado à justiça.

O vereador foi enquadrado em crimes como receptação qualificada, adulteração de veículo automotor e falsificação de documento público. “O papel utilizado no CRLV, ele é original, ele é legítimo, mas a inserção dos dados no CRLV, ele era falsificado, por isso ele responde pela receptação qualificado, o papel de impressão do CRLV ele foi roubado da Ciretran de Goiana o ano retrasado 2011, comprovamos isso também. Então por conta disso ele está respondendo por todos esses crimes”, pontuou Márcio Cruz.


Ainda de acordo com o delegado, a pena pode ir de 4 a 10 anos. “O veículo era roubado foi comprovado isso e essa prisão foi decretada tendo em vista de ele estar usando, sabia que o veículo era roubado, utilizava este veículo, adquiriu este veículo habitualmente em suas atividades”, concluiu o delegado.
O presidente da câmara de vereadores de Caruaru, Leonardo Chaves, informou que a situação de Jajá na casa ainda é indefinida, e que o setor jurídico da câmara foi acionado para apurar detalhes sobre o a receptação dolosa

0 comentários

Postar um comentário